A combinação de plantas PRO impressiona ao trabalhar no granito

A produção de brita em dois estágios

Em Schlag, em plena Floresta Bávara, a Berger Rohstoffe GmbH assumiu um pedreira em 2020. Nela é usada, desde agosto de 2020, uma combinação de plantas PRO da Kleemann. O elemento central da instalação são duas plantas PRO: o britador de mandíbulas móvel MOBICAT MC 120 Zi PRO e o britador de cone móvel MOBICONE MCO 11i PRO. As plantas de peneiramento móveis MOBISCREEN MS 952i e MS 953i EVO, bem como o transportador de correia de minério MOBIBELT MBT 20 completam a combinação de plantas. Desde então, a combinação de plantas impressiona com sua alta produtividade e rentabilidade e produz britas para concretos de alta qualidade, bem como misturas de grãos para camadas sub-base.

A pedreira de Schlag foi operada como pedreira de cantaria até 2019. Desde 2020, é partido ali granito da Floresta Bávara, o transformando em brita com diferentes frações. Como parte da transformação em uma pedreira em massa, a Berger procurou novas plantas de britagem e peneiramento. "Na vizinha República Tcheca, temos instalações com exigências semelhantes. Desde 2019, estão equipadas com uma combinação de plantas da Kleemann, cuja configuração é perfeita para nós", esclarece Markus Penz, engenheiro técnico responsável pela planta.

Com a transformação em uma pedreira em massa, se tornaram necessários trabalhos de limpeza em muitos pontos. Para não deixar alongar excessivamente as vias de transporte com o avanço do desmantelamento e garantir a rentabilidade, a nova planta deveria, em qualquer caso, ser móvel. Para isso, a Berger preparou o terreno de modo a que a planta possa ser movida sem problemas.

Material de alimentação: Granito

Dimensão de carregamento: 0–400 mm

Produto final: Brita (0–2 mm | 2–5 mm | 5–8 mm | 8–16 mm | 16–22 mm); camada sub-base (0–32 mm | 0–56 mm)

Aplicação: granulações de pedra para produção de concreto

Estável e econômico

Na escolha da tecnologia de equipamento, a decisão voltou a recair sobre uma combinação de plantas PRO da Kleemann, pois este conjunto cumpre totalmente as exigências em termos de adequação e rendimento. Um elemento essencial foi a robustez dos britadores: "Para nós, é uma vantagem das plantas da Kleemann, pois estes britadores são estáveis e sólidos", afirma Markus Penz. A ela, se juntou a certeza que "com a Kleemann e o Wirtgen Group, podemos esperar um extraordinário suporte especializado e fornecimento de peças. Graças às plantas na República Tcheca, sabemos que o conceito de manutenção está projetado de forma ideal e as plantas podem ser operadas economicamente."


Inclui proteção contra desgaste de fábrica

Como o granito é muito abrasivo, a Berger dá grande valor a uma boa proteção contra desgaste da planta. Assim, o britador de mandíbulas MC 120 Zi PRO possui uma peneira primária de deck duplo independente, que nivela o fluxo de material e conduz as proporções finas através do bypass do britador, diretamente para a correia de descarga do britador. Desta forma, o britador é aliviado e o desgaste é reduzido. Além disso, o britador de mandíbulas também está equipado com uma calha de descarga, que protege a correia de descarga do britador. Ambas as plantas de peneiramento MOBISCREEN EVO possuem, na descarga da correia ou na transferência para a caixa da peneira, várias placas de impacto que distribuem o material uniformemente sobre a superfície do crivo e, assim, protegem contra desgaste.

Portinholas amplas e uma disposição inteligente dos componentes relevantes reduzem a necessidade de verificações diárias, manutenção e substituição de peças desgastadas.

A produção de brita em apenas dois estágios

A equipe também está muito satisfeita porque, a partir do granito alimentado, são produzidas as britas desejadas em apenas dois estágios de britagem. Na britagem primária, o formato do grão só é um pouco influenciado; no segundo estágio, ocorre a britagem para o tamanho pretendido. "Normalmente, isso é quase impossível. Para efeitos de teste em uma fase preliminar, tínhamos testado material das pedreiras no laboratório próprio da Kleemann. Após o ajuste exato da combinação de plantas, continuamos produzindo com esta qualidade", explica Andreas Wagner, consultor técnico Kleemann da Wirtgen Alemanha. Markus Penz está extremamente satisfeito com o resultado. "Cerca de metade do material vai para nossas fábricas de concreto. Suas exigências superam as normas em vigor. Mas, com esta planta, conseguimos satisfazer plenamente todos os objetivos, pois ela é ainda melhor do que pensávamos."

A equipe da Berger Bau (da esq. para a dir.: David Göttlich, diretor da pedreira de Schlag; Markus Penz, engenheiro industrial; e Josef Dankesreiter, operador de sistemas) na entrega da planta PRO por Andreas Wagner, consultor técnico Kleemann da Wirtgen Deutschland (à direita).

Processo estável, graças ao acoplamento em linha

A combinação de plantas completa é composta por cinco máquinas e trabalha como acoplamento em linha. Isto significa que uma regulagem automática estabiliza todo o processo. Aqui, cada uma das máquinas trabalha basicamente por ela, mas, no caso de panes ou superenchimentos, envia sinais às máquinas a montante e a jusante. O controle de alimentação Continuous Feed System (CFS) garante ainda um uso otimizado dos britadores.

Por fim, todos os componentes são alimentados de modo uniforme. Para Markus Penz, isto não é um dado adquirido, pois "aqui, transformamos um produto natural em um produto normalizado. A pedra quebra de maneira diferente e há disparidades: na estrutura, devido às condições climáticas e ao tipo de tarefa. É normal haver variações no desempenho. São precisamente estas variações que são compensadas pelo processo otimizado graças ao acoplamento em linha, em combinação com o controle das máquinas, a seleção das máquinas certas e, não menos importante, o pessoal qualificado."

Esta coordenação automatizada facilita o trabalho do operador e harmoniza o processo. Além disso, uma conexão de todas as máquinas proporciona segurança: se, em qualquer ponto da combinação de plantas, se pressionar a parada de emergência, todas as máquinas são paradas em segurança. Este conceito permite evitar danos ou situações de sobrecarga. Tudo junto, leva a uma alta disponibilidade e desempenho, com baixo desgaste.

Para reduzir a sobrecarga de poeira, as plantas de peneiramento MOBISCREEN estão equipadas com uma cobertura da correia e um sistema de água na correia de descarga de grão fino.

Dual Power: preparado para o futuro, com acionamentos elétricos

A Berger mandou equipar todos os componentes com a opção de alimentação externa de corrente. Isto significa que, por exemplo, as plantas de peneiramento podem ser acionadas de modo eletro-hidráulico ou diesel-hidráulico. No momento, é usado o acionamento elétrico puro, por exemplo, para operar a planta de peneiramento móvel MOBISCREEN MS 953i EVO com a corrente disponível através do britador de mandíbulas MC 120 Zi PRO. Isto diminui a necessidade de combustível, as emissões são reduzidas e a operação é mais silenciosa. Isto beneficia tanto os colaboradores, como a população, a flora e a fauna no entorno.

As plantas com Dual Power da Kleemann são um marco no caminho para uma extração e processamento de pedra sustentáveis. "Gostaríamos de ter uma produção ecológica. Com o passar do tempo, os combustíveis fósseis deixarão de ser oportunos. Por isso, gostaríamos de converter, em longo prazo, toda a estrutura da pedreira para acionamentos elétricos", afirma Markus Penz. Por isso, a Berger Rohstoffe GmbH opera plantas fotovoltaicas em muitas pedreiras.

O uso da energia produzida localmente em todos os consumidores no local permite uma produção sustentável das matérias minerais. No momento, temos um balanço com cerca de 40% de toda a demanda de energia sendo gerada a partir de fontes renováveis; mas esta percentagem deve crescer. "Por isso, estamos já estudando formas econômicas e ideais de ligar as plantas móveis a plantas fotovoltaicas, mesmo mudando de local na pedreira. No momento, a função Dual Power se revela interessante, principalmente do ponto de vista das alterações climáticas e, apenas parcialmente, do ponto de vista econômico. Mas, em um futuro próximo, a operação através de acionamentos elétricos será a opção mais econômica." Esta é a convicção do engenheiro.

Produção sustentável de pedra com motores elétricos

As plantas com Dual Power da Kleemann são um marco no caminho para uma extração e processamento de pedra sustentáveis. "Gostaríamos de ter uma produção ecológica. Com o passar do tempo, os combustíveis fósseis deixarão de ser oportunos. Por isso, gostaríamos de converter, em longo prazo, toda a estrutura da pedreira para acionamentos elétricos", afirma Markus Penz. Por isso, a Berger Rohstoffe GmbH opera plantas fotovoltaicas em muitas pedreiras.

O uso da energia produzida localmente em todos os consumidores no local permite uma produção sustentável das matérias minerais. No momento, temos um balanço com cerca de 40% de toda a demanda de energia sendo gerada a partir de fontes renováveis; mas esta percentagem deve crescer. "Por isso, estamos já estudando formas econômicas e ideais de ligar as plantas móveis a plantas fotovoltaicas, mesmo mudando de local na pedreira. No momento, a função Dual Power se revela interessante, principalmente do ponto de vista das alterações climáticas e, apenas parcialmente, do ponto de vista econômico. Mas, em um futuro próximo, a operação através de acionamentos elétricos será a opção mais econômica." Esta é a convicção do engenheiro.

Operação intuitiva

Após a entrega das novas plantas, o trio central de Schlag teve também de se familiarizar com a operação das plantas de britagem e peneiramento móveis. A tarefa se revelou extremamente fácil, pois, por exemplo, as plantas de britagem estão equipadas com o sistema SPECTIVE. "O sistema de operação SPECTIVE está projetado para que qualquer pessoa possa se orientar intuitivamente. Todas as indicações são representadas graficamente, mas os temas também podem ser aprofundados. Por isso, a planta é muito simples, mesmo para colegas que a usem mais raramente", afirma Markus Penz. Além disso, também acredita que a orientação explícita do operador contribui para a segurança: "durante a operação, não é possível cometer grandes erros, pois a máquina não permite realizar configurações que, eventualmente, estejam incorretas. Esta proteção também permite ao operador confiar na lógica e nos requisitos técnicos, e é bom que assim seja."

No sistema de operação SPECTIVE da Kleemann, todos os dados são apresentados como valores e, também, graficamente. Isso facilita a operação.

Manutenção relaxada

Decorridos os primeiros meses e com as experiências na República Tcheca, algo se torna claro para a equipe de Schlag: "as plantas de britagem e peneiramento são muito acessíveis. Em uma planta móvel, tudo é mais estreito e compacto do que em uma planta estacionária, para permitir a mobilidade. Apesar disso, alcançamos todos os pontos sem trabalhos de desmontagem significativos. Além disso, as instruções também são concisas, mas precisas. E os trabalhos que vão além das verificações diárias são fáceis de realizar, pois as máquinas estão projetadas para que possamos realizar muitos deles por nós mesmos."

Porém, quando é preciso chamar um técnico de assistência, os especialistas do Wirtgen Group estão rapidamente acessíveis. "Temos pessoas de contato competentes em todos os níveis: nas vendas, na assistência, no fornecimento de peças de reposição. Além disso, também valorizamos a prontidão na procura de soluções. Já conhecemos esta boa colaboração dos aparelhos e produtos de outras marcas do Wirtgen Group, pois, através desta combinação de plantas da Kleemann, temos, agora, produtos de todas as marcas do Wirtgen Group em nossa frota na Alemanha."