Princípio funcional in-plant

É assim que funciona a central móvel de mistura de reciclagem a frio moderna

A KMA 240(i) é montada sobre um caminhão plataforma articulado e possui motor próprio. Esse conceito móvel possibilita o transporte rápido para diversos locais de utilização e a montagem rápida da unidade. As carregadeiras sobre rodas despejam diversos materiais de base não ligados no dosador, através de peneiras vibratórias. Silos ou caminhões-tanque alimentam a unidade com agentes de pulverização, como cimento, emulsão betuminosa ou espuma de asfalto. Para obter uma dosagem de alta precisão, uma unidade de comando controlada por microprocessador monitora a introdução de materiais de base e agentes de pulverização na câmara de mistura. Nela, um pugmill de duplo eixo produz uma mistura de materiais de construção homogênea de alta qualidade. Por fim, a mistura pronta é carregada sem problemas por meio da correia de carregamento giratória. Ela possibilita o carregamento completo até mesmo de veículos articulados longos.

Mobilidade e flexibilidade únicas
Operação simples e intuitiva
Máxima produtividade
Processo de mistura eficaz
Fluxo de material ideal com funções inteligentes
Adição precisa de ligante
Receita para o sucesso em vias de tráfego intenso

A usina de reciclagem a frio KMA 240(i) produz misturas a frio prontas para pavimentação imediata em uma grande variedade de projetos de construção, como camadas de base ligadas hidraulicamente (HGT) para autoestradas. Graças à adição de cimento contínuo e de grandes quantidades, é possível alcançar enormes taxas de produção diária com precisão.

Além das camadas de base ligadas hidraulicamente (HGT) e do concreto compactado a rolo (RCC), também é possível produzir mistura fria ligada com emulsão betuminosa ou espuma de asfalto (BSM).

As pistas feitas de misturas frias de alta qualidade também impressionam pela alta capacidade de carga, resistência contra deformação e longa vida útil.

Tecnologia ecologicamente correta

A usina de reciclagem a frio altamente móvel pode ser transportada de uma obra à outra sem esforço e montada rapidamente bem próximo ao canteiro de obras. Isso poupa tempo, capacidade do caminhão e, além disso, é muito ecológico: Até 60% menos emissões de CO2 graças à preparação a frio, 90% menos volume de transporte e 50% menos custos gerais em comparação com os métodos convencionais de construção – um cálculo que compensa em todos os aspectos!

Dimensões de transporte compactas

A estrutura bem pensada possibilita “embalar” o equipamento compacto de forma fácil e segura no caminhão plataforma, assim como transportá-lo ao próximo local de utilização poupando custos e tempo. Somente é preciso bascular a correia de descarga e a cabine de operação, colocar o transportador de cimento na posição de transporte e, então, conectar o equipamento. Um veículo de tração convencional é suficiente para o transporte, pois todas as conexões seguem a norma da indústria.

As dimensões de transporte compactas e o baixo peso total da KMA 240(i) atendem às diretrizes internacionais para o tráfego rodoviário, o que significa que geralmente não é necessária uma licença especial de obtenção demorada.

Produção de mistura de mais de 240 t/h

À primeira vista, a KMA 240(i) parece comparativamente pequena. Mas em termos de desempenho, é exatamente o contrário: a máquina compacta tem uma potência enorme. Acionada por um potente motor a diesel, a máquina é capaz de produzir um volume impressionante de 240 t/h de mistura de alta qualidade. Esse desempenho de mistura é até mesmo bem mais alto que o de muitos equipamentos grandes fixos.

Porém, não é só o desempenho que conta, mas também o abastecimento contínuo de material para a obra.

O que garante isso é o consagrado sistema de carregamento da KMA 240(i). A esteira de descarga, com grande amplitude de giro, permite o enchimento uniforme de caminhões articulados.

Com um desempenho de 240 t/h, a máquina produz uma carga de caminhão completa, com 20 t de mistura, em intervalos de cinco minutos. Com isso, pode ser executada diariamente uma enorme etapa de construção de uma camada de base hidráulica ou betuminosa com 4 m de largura, 15 cm de espessura e 1,4 km de cumprimento.

Fluxo de material ideal com funções inteligentes

Os importantes componentes do sistema, o depósito de material, as unidades dosadoras e o misturador contínuo de duplo eixo, conectam-se perfeitamente uns aos outros, como engrenagens: dessa forma, os ligantes são adicionados com precisão e simultaneamente ao material de base pesado no misturador. O resultado final é uma qualidade de mistura exatamente de acordo com a fórmula especificada.

Dosagem gravimétrica de cimento através de um inovador sistema de canal duplo

O inovador sistema de canal duplo tem duas unidades de pesagem independentes e modernas. Isso permite que o cimento seja dosado de forma gravimétrica de um canal ao mesmo tempo, enquanto o outro canal já é enchido com mais cimento e pesado com precisão. A dosagem alternada é realizada com a mais alta precisão e sem interromper a adição de ligante.