Reciclagem a frio no local do WIRTGEN GROUP

Medida de reabilitação ecológica com trem de reciclagem a frio em Portugal

A rodovia ER 361 que passa pela vila de Monsanto, cerca de 100 km ao norte de Lisboa, precisou ter sua estrutura renovada em um trecho de 2,7 km em ambas as direções. A autoridade contratante, Infrastructuras de Portugal, havia planejado cerca de 12 semanas para a reabilitação. Os especialistas em pavimentação da empresa Pragosa concluíram o trabalho em 4 dias usando o processo de reciclagem a frio.

A recicladora a frio WIRTGEN W 380 CR repara a estrada em tempo recorde

O componente central do trem de reciclagem a frio é a nova Wirtgen W 380 CR, que realizou o primeiro trabalho para a Pragosa nessa obra. Ela é capaz de reciclar as camadas antigas da estrada em uma única passada. Uma vibroacabadora Vögele garante a pavimentação na posição correta, e vários rolos compactadores Hamm realizam a compactação final.

Fresagem, tratamento, pavimentação e compactação – recuperação ecológica de estradas com tecnologia do WIRTGEN GROUP

Antes do início do projeto de construção, alinhamos todas as máquinas no pátio da empresa de construção e informamos toda a equipe da obra sobre a tecnologia e as técnicas das máquinas. Profissionalmente preparados para as exigências do projeto, a equipe e as máquinas do WIRTGEN GROUP trabalharam perfeitamente em conjunto, e o projeto foi então concluído de maneira eficiente e com excelentes resultados. No mundo todo, raramente trabalhei com uma equipe tão boa e bem coordenada.

Mike Marshall, especialista em reciclagem da WIRTGEN GmbH

A economia de tempo é um fator de sucesso do processo de reciclagem a frio no local

O tempo é outro fator de sucesso da reciclagem a frio no local, como é chamada essa aplicação. A redução do período de construção de 12 semanas para 4 dias só foi possível porque praticamente nenhum material precisou ser transportado. O planejamento real da obra previa que ambas as faixas fossem escavadas a uma profundidade de 54 centímetros e renovadas a partir do solo. Isso resultou em um volume de material de 7.500 m³, que teria que ser transportado para fora do canteiro de obras e substituído por um material novo correspondente. Incluindo todos os trabalhos relacionados, a substituição do material resultou na janela de construção planejada de 12 semanas. A reciclagem a frio no local elimina a necessidade de substituição do material, já que o material existente pode ser reutilizado no local (in-place, em inglês). Ao adicionar cal e espuma de asfalto como agentes ligantes e usar todos os materiais existentes, um novo material de construção de alta qualidade é produzido no local. O novo material estabilizado com betume (BSM) serve como a nova “espinha dorsal” da estrada de tráfego intenso e pode ser reutilizado imediatamente após a conclusão de uma etapa de construção.

Flexibilidade através de larguras de trabalho adaptáveis

A largura da via variava entre 2,75 m e 3,25 m no canteiro de obras. A recicladora a frio W 380 CR foi, assim, equipada com um agregado de tambor fresador de 3,2 m de largura de trabalho em vez de sua largura de trabalho padrão de 3,8 m. O inovador sistema MCS tornou a conversão possível no próprio canteiro de obras.

A formulação de mistura para a nova camada BSM e os testes das amostras da estrutura rodoviária existente foram feitos pela Universidade do Minho. Foi descoberto que a base da estrada ainda era resistente o suficiente para que uma camada BSM e uma nova camada de revestimento de asfalto fornecessem uma alternativa duradoura à reconstrução convencional e dispendiosa. Para produzir a nova camada BSM, devem ser adicionados 7 kg de cal por metro quadrado. A cal foi aplicada diretamente no pavimento antigo antes do processo de mistura. O Streumaster SW 5 RC em um trator John Deere garantiu a distribuição ideal com seu mecanismo de espargimento particularmente preciso. A largura máxima de espargimento de 2,5 m exigiu que o espargidor passasse por duas pistas para alcançar uma largura de trabalho de 3,2 m para a CR. Graças à aplicação limpa e ao ajuste da largura de espargimento, foi garantida uma ótima precisão de espargimento, mantendo os custos o mais baixos possível.

O espargidor de ligante SW 5 RC montado na parte traseira distribui com precisão a quantidade necessária de cal em frente ao trem de reciclagem a frio.

Trem de reciclagem a frio com a recicladora a frio WIRTGEN W 380 CR

Em seguida, a W 380 CR fresou 16 cm de profundidade através da camada de revestimento de asfalto danificada para a camada de binder. “A profundidade de trabalho da recicladora a frio foi de 16 cm para produzir uma camada BSM com capacidade de carga suficiente”, conta Mike Marshall. Acrescentando apenas 2,6% de espuma de asfalto e água, a cal foi misturada diretamente. Usando o processo Downcut, a nova camada inferior homogênea foi misturada a partir do material existente, que consistia na camada de revestimento e partes do ligante com os agregados. A enorme potência do motor da CR combinada com a barra de espuma de asfalto altamente eficiente e poderosa possibilitou uma taxa de avanço de 5 m/min. No processo, a CR produziu cerca de 320 toneladas de mistura BSM de alta qualidade por hora. “A espuma de asfalto foi escolhida como o agente ligante. Isso oferece muitas vantagens em termos de trabalhabilidade e eficiência de custos. Além disso, o processamento a frio resulta em uma redução significativa de CO₂”, explica Mike Marshall.

Pavimentação com a vibroacabadora VÖGELE

A correia de carregamento de ajuste flexível da W 380 CR transportou as 320 t de BSM para o depósito da Super 1900-3i da VÖGELE que a seguia. Com sua capacidade máxima de até 900 t/h, a vibroacabadora foi capaz de trabalhar no modo ECO, que foi especialmente eficiente em termos de combustível. A mesa extensível TP2 com tecnologia de alta compactação da Vögele apresenta barra de soquete e duas barras de prensagem. Ela garantiu uma pré-compactação intensiva e, graças à velocidade de giro e curso ajustáveis, pôde ser perfeitamente ajustada às propriedades do material reciclado. Os sistemas de nivelamento ideais combinados com o design compacto da Super 1900-3i permitiram que ela seguisse a CR e pavimentasse a nova pista no posicionamento correto.

Compactação e vedação com os compactadores tandem e de pneus da HAMM

A vibroacabadora foi seguida por três rolos compactadores da Hamm no final do trabalho. Um compactador tandem HD+ 110i equipado com tambores lisos proporcionou a vedação inicial e a fixação da camada pavimentada de forma limpa. Em seguida, dois compactadores de pneus GRW 18 realizaram a compactação final. O alto desempenho de compactação dos compactadores Hamm produziu uma transição perfeita para a pista não fresada. Após apenas algumas passadas dos compactadores de pneus, a qualidade da superfície da camada BSM era tão boa que a pista pôde ser liberada para o tráfego. Até mesmo a empilhadeira de uma empresa local pôde passar sobre o pavimento reciclado com carga total sem danificar a superfície.

Após a reciclagem a frio, a etapa final foi a aplicação de selo asfáltico impermeabilizante (fog seal): uma emulsão betuminosa diluída usada para proteger a camada BSM contra a ruptura. O fog seal não precisou ser removido antes da sobreposição com a nova camada de superfície de 5 cm de espessura. Ele também serve como ligante e pode suportar o tráfego total por muito tempo. Nesse caso, mais de cinco meses até a aplicação final da camada de superfície.

A pequena vila de Monsanto se beneficia totalmente da medida de construção. A obra foi concluída em apenas quatro dias, embora a vila com suas curvas estreitas e entradas de acesso feitos de pedras de paralelepípedos tenha apresentado um desafio.

Usando métodos convencionais, a ER 361 teria permanecido intransitável nesse local por 12 semanas, de modo que os residentes e as empresas teriam grandes problemas. Graças à reciclagem a frio no local, o trânsito ficou bloqueado para os residentes por apenas meia hora de cada vez, antes que tudo pudesse voltar ao normal. Sem buracos de escavadeiras, sem barreiras - foi até mesmo suficiente fechar apenas a pista que estava sendo trabalhada.

O empresário Pedro Silva da empresa construtora Pragosa e o especialista em reciclagem da WIRTGEN, Mike Marshall, (à esquerda) concordaram: a reciclagem a frio no local com a W 380 CR é extremamente rápida e econômica.

Reciclagem a frio no local - método moderno de construção de estradas

As vantagens para o meio ambiente são óbvias com a reciclagem a frio. De acordo com a Pragosa, cerca de 98% das emissões de CO₂ foram evitadas em comparação com o método de construção convencional. Isso se deve principalmente à reutilização do material de construção no local, que precisaria ser transportado de e para esse canteiro de obras em cerca de 1.500 viagens de caminhão. Não houve também custos de aterro para descarte nem despesas de extração para o novo material. Além disso, os recursos naturais foram conservados, e houve economia de custos.

Dados da obra
O local da obra:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
Dimensão do projeto de construção
Dimensão do projeto de construção
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
Área de reabilitação:
Área de reabilitação:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
aprox. 13.000 m²
Parâmetros de trabalho
Parâmetros de trabalho
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
Profundidade de reciclagem:
Profundidade de reciclagem:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
15 - 17 cm
Largura de trabalho da CR 380:
Largura de trabalho da CR 380:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
3,2 m
Cal pré-espalhada:
Cal pré-espalhada:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
7 kg/m²
Adição de espuma de asfalto:
Adição de espuma de asfalto:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
2,6% = aprox. 140 kg/min
Velocidade de trabalho:
Velocidade de trabalho:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
5 m/min
Produção de BSM:
Produção de BSM:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
320 t/h
Desempenho diário:
Desempenho diário:
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
4.000 m²
Máquinas utilizadas
Máquinas utilizadas
Vila de Monsanto, a cerca de 100 km ao norte de Lisboa, Portugal
1x WIRTGEN W 380 CR
1x STREUMASTER SW 5 RC
1x Trator JOHN DEERE 8270 R
1x VÖGELE SUPER 1900-3i
1x Compactador tandem HAMM HD+ 110i
2x HAMM GRW 18
W 380 CR

Recicladora a frio

Nível de emissões
Não regulamentado na UE / US EPA Tier 2
Largura de trabalho 3.800 mm
Profundidade de trabalho
350 mm
SW 5 RC

Espargidor de ligante

Volume do reservatório 5 m³
Peso próprio
1.380 kg
Volume espargido a 1 km/h
1 - 50 l/m²
SUPER 1900-3

Vibroacabadoras de esteiras Highway Class

Largura básica 2,55 m
Largura de pavimentação, máx. 11 m
Taxa máxima de assentamento (até) 900 t/h